5 caminhos para iniciar sua carreira no mercado de TI

0
carreira

O mercado Tecnologia da Informação (TI) é um dos destaques em geração de empregos nos últimos anos. Muitos profissionais têm escolhido a TI como opção para uma carreira estável e de sucesso. E o mercado não para de requisitar profissionais da área. As estimativas apontam para a criação de milhares de novas vagas nos próximos anos. Mas quais são as opções de cargos para seguir carreira na área? Nós preparamos um guia com especificações de cinco oportunidades que você pode escolher para trabalhar com tecnologia.

Programador/desenvolvedor

Pode ser de sites, de aplicativos ou sistemas. Sem dúvida, os programadores e desenvolvedores são – e continuarão sendo – profissionais muito solicitados. Isso porque, basicamente, toda empresa quer se comunicar de forma mais próxima, ágil e eficaz com seus clientes. E na maioria das vezes, essa comunicação é feita de forma digital. Pare para pensar: quando precisa pesquisar sobre alguma empresa, qual é o primeiro lugar que você procura? Certamente a internet é um dos caminhos. Dessa forma, tenha em mente que o trabalho de programador e desenvolvedor será ainda mais essencial nos próximos anos.

O conhecimento em programação também é a base para todas as outras profissões descritas abaixo.

Analista de requisitos

O analista de requisitos faz o levantamento e análise de todas as informações de sistemas, aplicativos, páginas na web, ferramentas ou recursos mobile para a realização de um projeto. Ele também é responsável por avaliar os passos para o desenvolvimento de um software, por exemplo.

O profissional precisa garantir que todas as especificações necessárias para uma ação estejam prontas antes de começar o desenvolvimento. Ou seja: a função dele é reduzir riscos de erros e otimizar processos. Em um mundo onde “tempo é dinheiro”, sem dúvida esse profissional é extremamente importante. Para isso, ele precisa ter conhecimento de linguagens de programação como C# e Java. Além disso, o analista de requisitos deve entender de desenvolvimento mobile e compreender lógica de programação, modelagem de dados, arquitetura de serviços, APIs, banco de dados e documentação.

Analista de sistemas

Esse profissional é responsável pelo gerenciamento de toda a tecnologia da informação de uma empresa. É o analista de sistemas quem estuda as melhores formas de processar informações em qualquer ambiente. Ele também desenvolve soluções para as necessidades e problemas existentes.

Para ser um analista de sistemas é preciso entender de desenvolvimento de software, infraestrutura e gerenciamento da informação. Ele também precisa ter capacidade de resolver problemas complexos, ter raciocínio lógico e ser organizado. Por fim, o conhecimento avançado de banco de dados e lógica de programação também são requisitos para a profissão.

Analista de suporte

O analista de suporte é responsável pelo atendimento de usuários, identificação e registro de problemas. Este profissional faz testes, atualiza sistemas, corrige bugs, faz a migração de computadores e usuários, elabora documentos e implanta processos.

Ele precisa ter conhecimentos de linguagens ou sistemas operacionais, como SQL, C#, Javascript, Windows, Mac, Linux e Pacote Office. Além disso, é preciso ter noções de redes, backups, otimização de recursos e lógica de programação avançada.

Arquiteto da informação

Como o próprio nome sugere, o arquiteto da informação tem uma função parecida com o arquiteto de imóveis. Ou seja: ele é responsável por projetar, supervisionar e executar. Só que, no caso, ao invés de projetos de decoração ou imóveis, ele faz isso com sites, aplicativos ou sistemas. Para que boas experiências aconteçam aos usuários, as plataformas precisam ser organizadas da melhor forma possível. Dessa forma, junto ao UX designer, o arquiteto da informação cria wireframes, sitemaps, personas e pesquisas que auxiliam no desenvolvimento das necessidades do usuário.

Um bom arquiteto da informação precisa identificar padrões em grandes quantidades de informação a partir de conhecimentos de pesquisa, SEO, análise de dados e lógica. Ele atua junto com desenvolvedores o tempo todo. Ou seja: conhecimentos em programação, embora não sejam obrigatórios, são bem-vindos.

Quer seguir alguma dessas carreiras? Então comece fazendo um curso de programação. Esse é o primeiro passo para quem quer trabalhar com TI. A Jornada de Formação em TI da Uniprogram é uma boa opção para quem quer iniciar na profissão. http://uniprogram.com.br/