Dicas para aprender novas linguagens de programação

0
linguagens de programação

O programador é um profissional em constante evolução. Ele precisa estar sempre aprendendo e se desenvolvendo, em busca de novos conhecimentos e no ritmo da atualização da tecnologia. Isso exige dedicação, mas também traz uma recompensa: com a falta de profissionais qualificados no mercado de trabalho, há opções disponíveis para quem se prepara melhor. Por isso, se você quer se destacar, aqui estão algumas dicas para aprender novas linguagens de programação e ser um programador de sucesso.

1 – Tenha uma base sólida

Ninguém começa a vida escolar aprendendo a fórmula de Bháskara. O conteúdo mais aprofundado só vem após alguns anos de formação básica. Da mesma forma, aprender a programar exige um conhecimento de base, uma espécie de “alfabetização” no processo de programação . Por isso, garanta essa base sólida antes de dar o próximo passo para compreender novas linguagens de programação. Uma dica é a Jornada de Formação em TI, que ensina desde uma introdução ao assunto.

2 – Conheça a história da linguagem e leia livros básicos

Se você já tem um conhecimento básico de programação e decidiu se dedicar para conhecer uma nova linguagem, vá a fundo! Entenda de onde ela surgiu, se é baseada em outras linguagens (que talvez você já conheça), quais as plataformas utilizadas. O ponto principal: ela está sendo usada? Há uma tendência para utilização dessa linguagem? Além disso, foque seus estudos em livros simples e de fácil compreensão e avance conforme seu aprendizado também for avançando.

3 – No início, invista em códigos mais simples

Simplicidade é um ponto importante em qualquer área. Quanto mais você descomplicar, mais fácil ficará de aprender, assimilar os novos conhecimentos e se desenvolver melhor. No processo de aprendizagem, invista nos exemplos mais básicos. Dar um passo de cada vez vai te levar mais longe.

4 – Se desafie!

Selecione alguns códigos que você já desenvolveu e reescreva nas novas linguagens de programação que está aprendendo. Comece por código simples, com algumas funções e classes, por exemplo. É uma boa oportunidade de avaliar as diferenças entre as linguagens, as vantagens e as desvantagens de cada uma. Compare os estilos de programação e as formas de solução de problemas.

5 – Faça parte de grupos on line e comunidades

Uma boa forma de fixar o aprendizado é compartilhando. Participe de fóruns, grupos on line e comunidades que trocam experiências e informações sobre essa linguagem que está conhecendo.