Curso de programação: o que vou aprender?

0
Curso de programação

Ao procurar por uma formação é preciso sempre pesquisar o que ela oferece – e de que forma esses conhecimentos contribuem no dia a dia da profissão escolhida. Em algumas áreas, há itens bastante específicos que devem aparecer na lista de conteúdo. No caso da programação, por exemplo, o aluno precisa estar atento para as formas de aprendizagem e as informações contidas no calendário do curso. Nós listamos aqui alguns desses itens, para você saber o que deve aprender em um curso de programação.

Linguagens diferentes

A programação nada mais é do que colocar, em códigos, as informações que deverão ser seguidas pelo computador para executar determinadas tarefas. Por tanto, um curso de programação ensina um “novo idioma” – ou vários – já que existem diferentes linguagens de programação. Dessa forma, a primeira formação na área deve oferecer uma base sólida para que você entenda os conceitos de programação. E essa formação não precisa ser, necessariamente, uma faculdade. Cursos livres são boas opções para garantir essa base.

Tipos de cursos

Falando em cursos livres, eles podem ser presenciais ou on line, desde que tenham qualidade. Uma dica importante é verificar se o curso é reconhecido pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro). Isso garante a seriedade do conteúdo oferecido. Depois disso, o bom andamento das suas aulas – seja, elas presenciais ou pela internet – vai depender de você. A sua dedicação e a forma como você se organiza para desenvolver os conteúdos aprendidos determina seu sucesso. O lado bom dos cursos on line é a possibilidade de estudar no horário mais adequado à sua rotina.

Tempo de formação

O tempo que você leva para se formar depende muito do conteúdo oferecido pelo curso que você escolher. Há cursos com duração de um ano ou mais (inclusive os cursos de graduação). Mas na Uniprogram, por exemplo, a Jornada de Formação em TI é feita de uma forma que o aluno possa levar até 4 meses para estar com o certificado em mãos. Isso varia, claro, de acordo com o empenho e dedicação de cada aluno.