Programação no marketing: uma ferramenta relevante

0
marketing

O mercado de trabalho se reinventa a cada dia. Mas alguns setores passam por mudanças de forma constante, especialmente quando têm alguma relação com a área de tecnologia. É o caso do marketing, que é impactado diretamente pelas redes sociais e pela forma de consumo da população. E por que a programação tem tudo a ver com essa área? Nesse artigo, vamos mostrar como ela pode fazer a diferença de forma simples e objetiva, especialmente para o marketing digital.

Programação no marketing

O Marketing Digital é dinâmico e sofre mudanças constantemente. Essa evolução rápida pode trazer alguns contratempos para as ações dos profissionais que atuam nessa área.

A evolução do comportamento dos usuários altera a forma como eles interagem e agem em sites, redes sociais e softwares. Isso também impacta na reação das plataformas, como Google e Facebook, por exemplo, que se adaptam de acordo com a necessidade. Dessa forma, a ação do profissional de marketing também é impactada: ele precisa adaptar a linguagem utilizada para falar com o público-alvo. Além disso, outras adaptações, como recursos e tipos de mídias utilizados também são ajustados. Conhecer linguagens de programação torna o profissional de marketing mais flexível para executar ações com independência.

Exemplos de uso da programação no marketing

1 – Relatórios Google Drive –É possível montar um relatório de mídia paga em uma planilha no Google Sheets que utiliza um script próprio do Google Apps, o Apps Script. Essa linguagem é semelhante a JavaScript e tem a vantagem de possuir integração com outros serviços do Google. Entre eles, o Google Analytics e as Sheets.

O relatório consolida todas as campanhas do Adwords, FacebookAds e AdRoll em conjunto com os dados do Google Analytics para calcular os resultados. Além disso, ele permite agrupar campanhas de acordo com a etapa do projeto.

2 – Experimentos via Tag Manager – Quem trabalha com temas pré-definidos no WordPress ou sites que não podem ser alterados facilmente, pode enfrentar dificuldades para fazer experimentos. Uma ferramenta interessante para estes casos é o Google Tag Manager. Com ela, é possível alterar uma página, inserindo uma tag com um script personalizado. Esse script seleciona os elementos a serem modificados e faz as alterações de texto e estilo. Ele pode também adicionar elementos novos na página.

Programação simples e descomplicada

Estes são apenas alguns exemplos em que a programação pode ser usada pelo profissional de marketing para agilizar o trabalho. São ajustes e ferramentas usados no dia a dia – e que podem ser feitos de forma muito mais rápida com o conhecimento em programação. Mas é importante ressaltar que não é necessário fazer uma faculdade de engenharia de ti ou de ciências da computação para adquirir esses conhecimentos. Um curso rápido e objetivo pode ajudar nesse processo. A gente indica a Jornada de Formação em TI para quem quer iniciar essa trajetória.